Procuradoria requer retorno de Queiroz e Márcia à prisão

03.08.2020

A Procuradoria-Geral da República solicitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o restabelecimento da prisão do PM reformado Fabrício Queiroz e da mulher dele, Márcia Aguiar. Ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, Queiroz é apontado como operador financeiro de ‘rachadinha’. LEIA

Lava Jato não abre dados para a PGR, decide Fachin

03.08.2020

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, derrubou nesta segunda-feira (3) a decisão do presidente da Corte, Dias Toffoli, que havia determinado o compartilhamento de dados das forças-tarefa da Lava Jato com a cúpula da Procuradoria-Geral da República (PGR). LEIA

Vacina da Oxford é segura e induz resposta imune

20.07.2020

A vacina experimental para a covid-19 da AstraZeneca, desenvolvida na Universidade de Oxford, é segura e produziu resposta imune em ensaios clínicos iniciais . Também foi anunciado que uma vacina chinesa contra o coronavírus mostrou resultados "seguros" e "resposta imunológica" nos cerca de 500 voluntários testados. LEIA

Autoridades de segurança do Reino Unido, do Canadá e dos Estados Unidos acusaram nesta quinta-feira um grupo de hackers que "quase certamente" trabalham nos serviços de inteligência russos por tentarem roubar informações sobre os projetos de vacinas contra a covid-19, informa O Estado de S. Paulo e agências internacionais. Ler

O presidente Jair Bolsonaro escolheu Milton Ribeiro para ser o novo ministro da Educação. O anúncio, antecipado pela jornalista Eliane Cantanhêde, do Estadão, foi confirmado nesta sexta-feira, 10, pelo presidente nas redes sociais. Ler

Depois de desdenhar da doença desde o início, o presidente Jair Bolsonaro revelou nesta terça-feira que contraiu o novo coronavírus. O exame foi feito ontem, sem usar codinome para identificação. Os primeiros sintomas da doença, de acordo com o relato do presidente, começaram ainda no domingo. Bolsonaro tem 65 anos e faz parte do grupo de risco da doença. Ler

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira que o Instituto Butantã começará a fazer testes rm humanos da vacina chinesa Coronavac, contra o novo coronavírus, a partir de 20 de julho. O início da testagem foi liberado na sexta-feira, 3, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ler

Please reload

Entramos em um mês decisivo. Também conhecido como o mês do desgosto, o mês do cachorro louco, o mês das tragédias. Em agosto de 1961, Jânio Quadros renunciava à presidência da República. Carmen Miranda morreu em agosto de 1955. Getúlio Vargas praticou suicídio em 24 de agosto de 1954. No dia 2 de agosto, Hitler se tornava líder da Alemanha. Em 6 e 9 de agosto, Hiroshima e Nagasaki foram atacadas com bombas atômicas, uma das maiores tragédias da Humanidade. Portanto, é bom dar três batidas na mesa antes de continuar a ler este texto.

Com a saída do MDB e do DEM do Centrão, bloco até então com 221 deputados, eles se tornam os pesos da balança que vai pender para a situação ou para a oposição. Permanecer no meio, brandindo o discurso de independência, é conversa fiada. Uma eventual base governista continuará sendo uma incerteza, eis que os partidos agirão doravante sob a chancela do pragmatismo.

O ânimo perde para o desânimo nesse estágio em que estamos. A pandemia está começando a tirar os mais jovens das casas, o que gera maior propensão à contaminação. O clima de irritação se soma a uma atitude "seja o que Deus quiser", um certo conformismo com a situação. A angústia reluta em ir embora. E os números surpreendentes que lotam os cemitérios vão se tornando coisas banais.

Please reload

A incerteza tem ampliado consideravelmente seu espaço no ambiente da política nacional, puxando questões como: Bolsonaro chegará ao fim do governo? A campanha eleitoral deste ano será regulada pelos territórios do “Nós e Eles”? A resposta para tais interrogações passa necessariamente por uma teia de observações. Acompanhe a seguir um ensaio do prof. Gaudêncio Torquato sobre o cenário para a próxima disputa eleitoral. Leia

Para resgatar a história e resguardar a memória da Comunicação no Brasil, a Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação) criou o Memória Intercom, espaço dedicado a entrevistar personagens importantes que fizeram a história da entidade, como Gaudêncio Torquato, que tem contribuído de maneira significativa para a evolução da comunicação no Brasil. Acompanhe mais sobre sua carreira e trajetória nesta entrevista. Leia

Em edição especial, para marcar o cinquentenário do Proal (Programa de Assessoria Editorial), projeto encabeçado por Gaudêncio Torquato e Manuel Carlos Chaparro, a última edição na newsletter do Jornalistas & Cia e do Jornal da Comunicação Corporativa traz uma homenagem a esta visionária iniciativa que transformou o cenário da comunicação empresarial brasileira. Leia

A crise da representação política

As análises do professor Gaudêncio Torquato, sobre o cenário político, são sempre fiéis aos fatos, tanto que em entrevista feita há alguns anos, para o Canal Um Brasil, Torquato prevê a mudança significativa na política pela qual estamos passando hoje. Acompanhe a entrevista no vídeo ao lado. 

Vídeo: Um Brasil

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com