Educação no Brasil ainda é uma das piores do mundo

03.12.2019

A nota dos estudantes brasileiros de 15 anos teve uma leve melhora na maior avaliação de educação básica do mundo, o Pisa. No entanto, 4 em cada 10 adolescentes não conseguem identificar a ideia principal de um texto, ler gráficos, resolver problemas com números inteiros, por exemplo. LEIA

02.12.2019

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que Brasil e Argentina têm desvalorizado as próprias moedas e por isso anunciou, pelo Twitter, que vai retomar tarifas sobre aço e alumínio provenientes dos dois países da América do Sul. "A desvalorização não é boa para os nossos fazendeiros"LEIA

27.11.2019

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) – a 2ª instância da Operação Lava Jato – condenaram nesta quarta-feira, 27, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do sítio de Atibaia. LEIA

O dólar à vista fechou nesta terça-feira a R$ 4,24, com uma alta de 0,61%, na máxima histórica. Segundo o Estadão, a alta estaria ligada à frustração do mercado com a fala do ministro da Economia Paulo Guedes. Ler

Em meio a incertezas sobre a viabilidade política da Aliança pelo Brasil, o novo partido do presidente Jair Bolsonaro foi lançado oficialmente nesta quinta-feira, em Brasília. Ler

Em reunião no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro anunciou para seus aliados sua saída do PSL e confirmou a criação do partido "Aliança pelo Brasil", sigla que deverá reunir a ala do PSL que seguirá Bolsonaro. Ler

Depois de oito meses de tramitação no Congresso Nacional, a reforma da Previdência foi promulgada nesta terça-feira, 12, estabelecendo idade mínima para aposentadoria no Brasil, conforme noticiou o Estadão. Ler

Após uma complexa negociação diplomática, a aeronave da Força Aérea Mexicana que carregava Evo Morales finalmente pousou na Cidade do México. O presidente e seu vice, Álvaro García Linera, receberam asilo do governo de Andrés Manuel López Obrador após renunciarem. Ler

O ex-presidente Lula deixou, nesta sexta-feria, a prisão na Polícia Federal em Curitiba depois de um ano e sete meses, encarcerado desde sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro. Ler

O pacote anunciado nesta terça-feira pelo governo prevê a transferência de R$ 400 bilhões a Estados e municípios ao longo de quinze anos, conforme apresentação do ministro da Economia, Paulo Guedes. Ler

Please reload

Para resgatar a história e resguardar a memória da Comunicação no Brasil, a Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação) criou o Memória Intercom, espaço dedicado a entrevistar personagens importantes que fizeram a história da entidade, como Gaudêncio Torquato, que tem contribuído de maneira significativa para a evolução da comunicação no Brasil. Acompanhe mais sobre sua carreira e trajetória nesta entrevista. Leia

A AL abrange 20 países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. A região vive um ciclo de tensões. A sensação é a de que, após anos e anos de mesmice, com as demandas populares desatendidas, as populações decidiram reagir. É verdade que a situação do continente deixa ver uma crise crônica. Mas esta parece chegar ao ponto de quebra. Há uma vontade latente de passar uma borracha nos velhos costumes, tirar perfis carcomidos da moldura e pintar a paisagem de novas cores. Essa percepção tem sido comum na radiografia de diversos territórios.

O ministro Paulo Guedes, a par de declarações polêmicas - as pessoas não deveriam se assustar “se alguém pedir o AI-5”-, pretende “encolher o Estado”. Deixaria sob sua égide o que é estritamente de sua obrigação, como educação, segurança pública, saúde. Para tanto, vai focar na privatização de centenas de empresas estatais. O que levanta a questão: qual deve ser o escopo do Estado no governo Bolsonaro?

Desde que iniciei minha trajetória no campo do jornalismo de interpretação, há mais de três décadas, tenho tentado desvendar os contornos do nosso país. Para tanto, valho-me de valores e características que formam o ethos nacional, as circunstâncias que balizam os acontecimentos da vida social e política, os fenômenos cíclicos que costumam aparecer por nossas plagas – como o pleito de outubro de 2018, com sua quebra de paradigmas -, enfim, o modus operandi do homo brasiliensis e das instituições. O objetivo desse exercício é o de procurar respostas para as questões do tipo: "onde estamos, para onde vamos, o que pode acontecer"?

Please reload

Em edição especial, para marcar o cinquentenário do Proal (Programa de Assessoria Editorial), projeto encabeçado por Gaudêncio Torquato e Manuel Carlos Chaparro, a última edição na newsletter do Jornalistas & Cia e do Jornal da Comunicação Corporativa traz uma homenagem a esta visionária iniciativa que transformou o cenário da comunicação empresarial brasileira. Leia

A crise da representação política

As análises do professor Gaudêncio Torquato, sobre o cenário político, são sempre fiéis aos fatos, tanto que em entrevista feita há uns anos para o Canal Um Brasil, Torquato prevê a mudança significativa na política pela qual estamos passando hoje. Acompanhe a entrevista no vídeo abaixo. 

Vídeo: Um Brasil

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com