Parente sai da Petrobras

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, entregou carta de demissão ao presidente Michel Temer em reunião esta manhã (1/6), em Brasília. Parente sai depois do bombardeio que recebeu de caminhoneiros e de políticos durante a greve pela prática de reajustes quase diários dos preços dos combustíveis, acompanhando a oscilação da cotação internacional do petróleo. A Bolsa de Valores suspendeu a negociação com papéis da empresa, de capital aberto.

Posts recentes

Ver tudo

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que