top of page

Nos limites da cara-de-pau

O deputado Nélson Marquezelli (PTB-SP) é quem articula emenda para anistiar as multas aplicadas durante a greve dos caminhoneiros. É também relator do projeto de lei que cria um marco regulatório para o transporte de carga. Apenas oportunismo eleitoreiro? Nada disso: Marquezelli é dono de uma frota de 120 caminhões e sua empresa distribui produtos da Ambev, segundo revelou a Coluna do Estadão de hoje.

O regimento interno da Câmara recomenda que um deputado deve se declarar impedido de votar em temas que tratem de causa própria ou sobre o qual tenha interesse individual. E o Código de Ética veta a relatoria. Claro, ele será beneficiado, mas justifica: “O projeto beneficia a mim e a todos. O meu motorista, em vez de perder a carteira com 20 pontos, perderá com 40”.

E ainda se pergunta a razão de os políticos brasileiros merecerem um desprezo tão profundo da grande maioria da sociedade.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

Comentarios


Los comentarios se han desactivado.
bottom of page