Bolsonaro mantém boa distância

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) mantém larga margem à frente do adversário Fernando Haddad (PT) no segundo turno da disputa eleitoral, apontou pesquisa da MDA por encomenda da Confederação Nacional dos Transportes divulgada nesta segunda-feira.


Bolsonaro firma-se como favorito para o pleito de domingo com 57% dos votos válidos contra 43% de Haddad. Do total de votos, o candidato do PSL tem 48,8%, enquanto o presidenciável petista alcança 36,7%. Brancos e nulos, 11%; indecisos, 3,5%.


Os dois candidatos enfrentam níveis altos de rejeição: 51,4% não votariam no petista “de jeito nenhum”. Outros 42,7 por cento disseram que não votariam em Bolsonaro.


Dos que declararam voto no deputado do PSL, 91,1 por cento afirmaram que sua escolha é definitiva. Entre os eleitores de Haddad, 91,3 por cento declaram seu voto como definitivo. O capitão é citado por 74,4% como o provável ganhador, enquanto Haddad é mencionado por 14,6 por cento.


O levantamento divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) ouviu 2.002 pessoas entre sábado e domingo.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que