Vale anuncia plano para as barragens. Depois da tragédia



A Vale vai cortar 10% de sua produção anual de minério de ferro, reduzir em 40 milhões de toneladas a produção de minério de ferro e cortar a produção de pelotas em 11 milhões de toneladas, anunciou o presidente da mineradora, Fabio Schvartsman, segundo o Valor Econômico.


Os volumes anunciados serão atingidos no prazo de um a três anos. A previsão da Vale para 2019 era de produzir 400 milhões de toneladas de minério de ferro. A Vale vai desativar dez barragens de rejeitos construídas pelo método a montante em Minas Gerais, o que vai exigir investimentos de R$ 5 bilhões.


A estratégia da companhia surge como resposta à tragédia de Brumadinho, e foi apresentada por Schvartsman aos ministros Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Ricardo Salles (Meio Ambiente).

Posts recentes

Ver tudo

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que