“Uns contra os outros”


Na sessão de abertura do segundo semestre de trabalhos do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, voltou a afirmar que é inaceitável o descumprimento de decisão judicial e defendeu o compromisso com o Estado Democrático de Direito. Para a ministra, o País vive “tempo de grandes preocupações, mas também de possibilidades”.


Na quarta-feira passada, no Rio, a ministra disse que vê o País dividido em “uns contra os outros”. “Onde quer que pouse meus olhos, vejo uma multiplicidade de pensares, contradições e manifestações exasperadas que posso chamar de raiva. É difícil ser um povo quando nos colocamos um contra os outros e não contra as ideias”.


Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com