top of page

Um tagarela na muda

Atualizado: 9 de ago. de 2018

O general Hamílton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa do capitão Jair Bolsonaro, disse em Caxias do Sul que o Brasil “herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”. Uma demonstração de que o nível da campanha caminha ao rés do chão.


O discurso do general provocou uma intensa reação em todo o País. E o capitão-candidato, que gosta de debater sobre tudo, mesmo que não entenda do assunto, dessa vez não disse uma palavra. Mas não por respeito à hierarquia militar. É que passarinho na muda não pia. Ou, mais claro ainda: quem cala, consente.

Posts recentes

Ver tudo

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

bottom of page