Um tagarela na muda

Atualizado: 9 de Ago de 2018

O general Hamílton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa do capitão Jair Bolsonaro, disse em Caxias do Sul que o Brasil “herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”. Uma demonstração de que o nível da campanha caminha ao rés do chão.


O discurso do general provocou uma intensa reação em todo o País. E o capitão-candidato, que gosta de debater sobre tudo, mesmo que não entenda do assunto, dessa vez não disse uma palavra. Mas não por respeito à hierarquia militar. É que passarinho na muda não pia. Ou, mais claro ainda: quem cala, consente.

Posts recentes

Ver tudo

Fake news como prova contra urna eletrônica

As provas de fraude nas urnas eletrônicas que o presidente Jair Bolsonaro prometeu apresentar nesta quinta-feira, 29, foram uma mistura de fake news, vídeos descontextualizados que circulam há anos na

Centrão na Casa Civil, Onyx vai para o Trabalho

Numa tentativa de fortalecer sua base de sustentação política, o presidente Jair Bolsonaro fará mudanças no ministério, informa O Estado de S. Paulo. A principal novidade é a nomeação, para a Casa Civ