Um tagarela na muda

Atualizado: 9 de Ago de 2018

O general Hamílton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa do capitão Jair Bolsonaro, disse em Caxias do Sul que o Brasil “herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”. Uma demonstração de que o nível da campanha caminha ao rés do chão.


O discurso do general provocou uma intensa reação em todo o País. E o capitão-candidato, que gosta de debater sobre tudo, mesmo que não entenda do assunto, dessa vez não disse uma palavra. Mas não por respeito à hierarquia militar. É que passarinho na muda não pia. Ou, mais claro ainda: quem cala, consente.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com