Um novo partido entra em campo: PT


Tudo leva a crer que um novo partido vai disputar o segundo turno das eleições presidenciais no Brasil a partir de hoje. No seu material de campanha, as cores predominantes são as da bandeira brasileira – verde, azul e amarelo. Por coincidência, as do partido do presidenciável Jair Bolsonaro, o PSL, e do PSDB.

Na campanha do novo partido também aparece um nome só de um candidato. O “sombra” que ficava por trás de tudo desapareceu. Esse novo partido também tem uma estrela, mas é branca e aparece de forma bem discreta.


Seu nome: Partido dos Trabalhadores. Sem vermelho e sua tradicional estrela, sem o Lula abençoando, sem quase nada que lembre o velho partido, a não ser o candidato e sua vice, Fernando Haddad e Manuela D’Ávila.


A nova versão do logotipo da campanha do candidato PT já começou a ser usada por membros de sua equipe. A principal diferença é a ausência do nome do ex-presidente Lula da Silva. Antes aparecia a expressão "Haddad é Lula" e o nome da vice Manuela D'Ávila (PCdoB) em menor escala. Sem Lula, Haddad vira o destaque da marca e o nome de Manuela aparece mais.


A mudança radical ocorre após o ex-presidente Lula ter pedido para que Haddad deixe de visitá-lo nas próximas semanas na prisão de Curitiba para se concentrar na campanha. Pelo Twitter, Haddad publicou pela primeira vez a nova campanha petista na tarde desta quarta-feira.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com