TSE impede jogada do PT na televisão

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu por 6 a 1 negar um recurso da defesa do ex-presidente Lula (PT) para que emissoras de TV incluíssem em suas coberturas jornalísticas o dia a dia da campanha presidencial do petista e sua coligação “O Povo Feliz de Novo”. Na verdade, o PT pretende que as emissoras coloquem Haddad, apesar de ainda ser vice, como candidato a presidente em todos os noticiários. Mais uma malandragem petista para confundir o eleitor.

Esta foi a primeira vez que o plenário do TSE julgou uma questão levantada pela campanha de Lula desde que seu registro foi oficializado.


O ex-presidente está preso em Curitiba e as tevês não podem mostrar seu dia a dia na cadeia. O relator do processo no TSE, ministro Sérgio Banhos, afirmou que “o candidato à Presidência da Republica Luiz Inácio Lula da Silva, não obstante se encontra muito bem posicionado nas pesquisas, está sujeito à segregação imposta pela Justiça comum. Não existe agenda de campanha do candidato”.


Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que