Reforma da previdência está pronta para Bolsonaro


A versão final da reforma da Previdência foi entregue ao ministro da Economia, Paulo Guedes, informou o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, ao sair do ministério, informa a Folha de S. Paulo. Segundo ele, essa versão é muito diferente da que foi vazada na semana passada:


-- Apresentamos ao ministro Paulo o resultado do trabalho feito pela equipe de Previdência, auxiliada pela Fazenda e pelos demais ministérios que foram provocados em relação ao escopo total do processo. E agora vamos aguardar a convalescência do presidente Jair Bolsonaro para que ele possa opinar sobre o texto.


Bolsonaro recebeu aval da equipe médica para ter alta do Hospital Albert Einstein amanhã, dia 13, mas a data de saída vai depender do Palácio do Planalto. O secretário declarou que um único projeto será apresentado ao presidente, mas que Bolsonaro deve tomar decisões sobre pontos específicos, como a idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres, além de uma regra de transição:


-- Nós passamos pouco mais de 50 dias debruçados sobre o tema. Trabalhamos ao longo do último fim de semana e concluímos um texto base, que passou por avaliação da Casa Civil, pelos ministérios do Desenvolvimento Social, da Agricultura, e recebemos contribuições de economistas.

Posts recentes

Ver tudo

Centrão na Casa Civil, Onyx vai para o Trabalho

Numa tentativa de fortalecer sua base de sustentação política, o presidente Jair Bolsonaro fará mudanças no ministério, informa O Estado de S. Paulo. A principal novidade é a nomeação, para a Casa Civ

Mendonça para o STF, 'terrivelmente evangélico'

O presidente Jair Bolsonaro indicou formalmente o chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), André Mendonça, para assumir a vaga deixada por Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF). A indi