PSBD, a fonte inesgotável de crise

Em briga com sua própria identidade há muito anos, desde que se transformou num partido só de caciques, o PSDB continua na sua firme caminhada em direção à insignificância no cenário político nacional. Com sua candidatura à presidência não tendo atingido nem mesmo 5% dos votos no último domingo, o clima na reunião da executiva do PSDB anteontem apresentou alguns de seus piores momentos. Na discussão mais quente, como mostra o Estadão, Geraldo Alckmin insinuou que João Doria o teria “traído”. O ex-prefeito pedia a não neutralidade do partido entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad.


“O ‘Temerista’ não era eu não”, disse Alckmin interrompendo Doria. “Traidor eu não sou”, afirmou o ex-governador.


João Doria, que usou o nome de Jair Bolsonaro no primeiro turno, decidiu apoiá-lo no segundo e queria o apoio do partido.


O PSDB ficará mesmo neutro nessa etapa da campanha.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com