PSBD, a fonte inesgotável de crise

Em briga com sua própria identidade há muito anos, desde que se transformou num partido só de caciques, o PSDB continua na sua firme caminhada em direção à insignificância no cenário político nacional. Com sua candidatura à presidência não tendo atingido nem mesmo 5% dos votos no último domingo, o clima na reunião da executiva do PSDB anteontem apresentou alguns de seus piores momentos. Na discussão mais quente, como mostra o Estadão, Geraldo Alckmin insinuou que João Doria o teria “traído”. O ex-prefeito pedia a não neutralidade do partido entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad.


“O ‘Temerista’ não era eu não”, disse Alckmin interrompendo Doria. “Traidor eu não sou”, afirmou o ex-governador.


João Doria, que usou o nome de Jair Bolsonaro no primeiro turno, decidiu apoiá-lo no segundo e queria o apoio do partido.


O PSDB ficará mesmo neutro nessa etapa da campanha.

Posts recentes

Ver tudo

PIB surpreende e cresce1,2% no 1º trimestre

A economia brasileira começou 2021 em crescimento, confirmando a melhora de perspectivas para o ano como um todo e aumentando as chances de as perdas causadas pela covid-19 serem recuperadas até dezem

Rejeição a Bolsonaro volta ao recorde de 59%

Pesquisa PoderData, do portal Poder360, realizada nesta semana (24-26.mai.2021) mostra que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a subir e igualou o recorde de 59%, uma alta de 5

Ministro Salles acusado de facilitar contrabando

Ao autorizar a abertura da Operação Akuanduba na manhã desta quarta, 19, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que as investigações da Polícia Federal descortinaram um ‘