top of page

Onda Alckmin

Não há como tirar Alckmin e colocar João Doria em seu lugar como candidato tucano à presidência. O ex-governador é quem dá as cartas no partido. Já começa a formar sua equipe. Que tem, entre outros, Pérsio Arida e José Roberto Mendonça de Barros. João seria considerado um traidor. E demonstra ser leal a Geraldo. Mas o Imponderável continua a nos visitar. E na política tudo é possível. Alckmin espera que em julho, cresça a onda a seu favor.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

bottom of page