O grande interesse pelo 'Mais Médicos' entope o site


O argumento de que o Programa Mais Médicos favorecia os cubanos por falta de interesse dos brasileiros em trabalhar nos rincões do País começa a desmoronar: o site do programa saiu do ar três horas após o início das inscrições no edital de contratação por overdose de acessos.


Na primeira hora, foram recebidas duas mil inscrições, segundo o Ministério da Saúde. O prazo é até o dia 25 de novembro e o início das atividades está previsto para 3 de dezembro.


"Devido ao grande número de acessos, o sistema para a inscrições têm registrado picos, e nesses momentos, pode haver dificuldades de acesso, que é retomado em seguida. Desde ontem, já foram registrados um milhão de acessos", informou em nota o Ministério da Saúde.


O edital de seleção foi publicado pelo Diário Oficial ontem, dia 20. Serão ofertadas 8.517 vagas, das quais 8.332 abertas em razão da saída dos cubanos, que devem deixar o País até o dia 12.


Os profissionais selecionados irão atuar em 2.824 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas, antes ocupados pelos cubanos. O salário líquido é de R$ 11.244,56.

Posts recentes

Ver tudo

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que