top of page

O delegado Valeixo na PF, livre de ingerências políticas


O delegado Maurício Leite Valeixo, 51 anos, futuro diretor-geral da Polícia Federal (PF), é uma especialista em combate ao narcotráfico internacional e em ações de inteligência policial. Com mais de vinte anos de corporação, o escolhido pelo futuro ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro atuou nos dois maiores casos da carreira do ex-magistrado, a Operação Banestado e a Operação Lava Jato, informa o blog de Fausto Macedo no Estadão.


Ex-chefe da Inteligência da PF, ex-diretor de combate à corrupção e duas vezes superintendente da PF no Paraná, Valeixo é considerado um quadro técnico, mas com fortes ligações com o ex-diretor-geral Leandro Daiello, que comandou a corporação por seis anos nos governos da ex-presidente Dilma Rousseff.

O futuro diretor-geral assumirá o posto com a missão de fortalecer a PF, com foco no combate à corrupção e ao crime organizado, livrá-la de ingerências políticas e com autonomia para investigar quem quer que seja.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

Kommentare


Die Kommentarfunktion wurde abgeschaltet.
bottom of page