Mais um pedido para libertar Lula, agora por causa de Moro


Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentaram nesta segunda-feira um novo pedido de liberdade ao Supremo Tribunal Federal. Alegam parcialidade do juiz Sérgio Moro na condenação do petista dentro da Operação Lava Jato, informa o portal G1 da Rede Globo.


O argumento já havia sido utilizado em outros habeas corpus em favor de Lula, todos rejeitados pela Justiça, mas agora repetido em virtude da decisão de Moro de aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir como ministro da Justiça no ano que vem.


O novo habeas corpus contém pedido de decisão liminar (provisória) para soltar Lula e ainda um pedido de extensão para impedir qualquer outra prisão dentro de processo criminal no qual Moro tenha atuado – um deles sobre o sítio de Atibaia (SP), em fase final antes do julgamento.


Para a defesa, Moro demonstrou “inimizade capital” e “interesses extraprocessuais” ao condenar Lula no ano passado por corrupção e lavagem de dinheiro, o que, no entender dos advogados, deveria afastá-lo do processo.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com