Mais Médicos: 84% das vagas já foram preenchidas


O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira que já foram selecionados 7.154 médicos para as 8.517 vagas abertas no último edital do programa Mais Médicos, o que representa 84% do total. No restante dos postos de trabalho ainda não houve médico interessado.


As vagas foram abertas após o anúncio do governo de Cuba de retirar seus profissionais do programa, em reação às mudanças planejadas no Mais Médicos pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. Ele é contra a retenção de parte dos salários dos profissionais cubanos, e a favor da obrigatoriedade de passar por um exame de revalidação do diploma obtido no Exterior.


O balanço, com dados de 8h desta sexta-feira, mostra 19.994 inscrições, das quais 13.341 são de profissionais com registro válido no Conselho Regional de Medicina (CRM). Pouco mais de sete mil já tiveram um destino escolhido.

O prazo para inscrição iria até este domingo, mas o Ministério da Saúde prorrogou para 7 de dezembro por causa de instabilidade no sistema, ou "ataques cibernéticos". O sistema está estável neste momento.


De acordo com o edital, as 8.517 vagas são para atuação em 2.824 municípios e 34 distritos indígenas que antes eram ocupadas por médicos cubanos.

Posts recentes

Ver tudo

Fake news como prova contra urna eletrônica

As provas de fraude nas urnas eletrônicas que o presidente Jair Bolsonaro prometeu apresentar nesta quinta-feira, 29, foram uma mistura de fake news, vídeos descontextualizados que circulam há anos na

Centrão na Casa Civil, Onyx vai para o Trabalho

Numa tentativa de fortalecer sua base de sustentação política, o presidente Jair Bolsonaro fará mudanças no ministério, informa O Estado de S. Paulo. A principal novidade é a nomeação, para a Casa Civ