Haddad mais próximo de Bolsonaro

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, estacionou em 28% e ainda lidera a corrida, mas seu principal adversário, Fernando Haddad (PT), subiu mais três pontos e chegou a 22%, segundo a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada ontem. Faltam menos de duas semanas para as eleições.


A estabilização de Bolsonaro ocorre em um momento em que se intensificam os ataques de adversários, principalmente de Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT).


Desde o dia 11 de setembro, data em que Haddad foi oficializado candidato do PT, a vantagem do líder sobre ele caiu de 18 para 6 pontos. O petista é agora o único que apresenta tendência de alta.


O petista também ampliou a vantagem sobre Ciro, o terceiro colocado, de 8 para 11 pontos porcentuais. O pedetista tem 11% das preferências, mesma taxa da pesquisa anterior do Ibope, divulgada na terça-feira da semana passada, 18.

Alckmin oscilou um ponto para cima, de 7% para 8%. Marina Silva (Rede) passou de 6% para 5%, mantendo a trajetória de queda iniciada no início do mês, quando chegou a ter 12%.


Depois de uma trégua e do aumento de visibilidade causados pela facada de que foi vítima, em 6 de setembro, o candidato do PSL voltou a ser atacado por adversários em eventos de campanha e na propaganda eleitoral. Bolsonaro também é alvo de movimentos nas redes sociais.

A rejeição a Bolsonaro subiu de 42% para 46% em uma semana. A seguir no ranking da rejeição – parcela do eleitorado que diz não votar no candidato de jeito nenhum – aparecem Haddad (30%), Marina (25%), Alckmin (20%) e Ciro (18%).


As más notícias para Bolsonaro estão reservadas para o segundo turno, caso chegue lá. As projeções mostram um cenário em que perde para três oponentes e empata com Marina:


-- Haddad 43% x Bolsonaro 37%

-- Ciro Gomes 46% x Bolsonaro 35%

-- Alckmin 41% x Bolsonaro 38%

-- Marina 39% x Bolsonaro 39%


A pesquisa do Ibope foi feita nos dias 22 e 23 de setembro com 2.506 pessoas em 178 municípios.


Posts recentes

Ver tudo
Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com