Governo já tem votos para a reforma da Previdência


Após sessão que terminou na última madrugada, a Câmara dos Deputados vota em plenário a partir desta quarta-feira a reforma da Previdência. Em levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo e atualizado em tempo real, o governo já tem os votos necessários para aprovar o texto da reforma. De acordo com a apuração, são 313 votos "sim" e 113 votos "não". O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, nesta quarta, que a Câmara consegue votar o projeto em dois turnos ainda nesta semana.


Após o fim da votação do requerimento de retirada da pauta da reforma da Previdência (um dos componentes do kit obstrução da oposição), os deputados devem iniciar a análise e votação do texto-base da reforma em primeiro turno. Nessa fase, serão necessários, no mínimo, 308 votos para se aprovar o texto. Na sequência, serão analisados os destaques. As arquibancadas do plenário da Câmara foram esvaziadas durante a sessão que vai votar a reforma da Previdência na tarde desta quarta-feira. Manifestantes iniciaram um protesto na entrada do anexo 2 da Casa, depois de serem impedidos de entrar no prédio.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que