top of page

Fim da greve oportunista

A Justiça Trabalhista mostrou como se usa a lei. Os petroleiros decidiram pegar carona na greve dos caminhoneiros e declararam uma greve a partir de quarta-feira. A pedido da AGU, o Tribunal Superior do Trabalho elevou a multa diária aos petroleiros de R$ 500 mil para R$ 2 milhões. A greve terminou no dia seguinte. Para os juízes do trabalho, a greve era ilegal, oportunista e um desafio à Justiça. E pararia o País de uma vez, provocando um caos de consequências imprevisíveis. De todo modo, os petroleiros vão pegar carona na demissão de Pedro Parente da Petrobras, uma das bandeiras de sua greve contra a política de preços da empresa.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page