Fake News pelas redes sociais, conduzindo os irresponsáveis


Mais de 4,8 milhões de notícias falsas circularam entre julho e setembro deste ano no Brasil e um dos assuntos principais foi a política (46,3%), além de temas sobre saúde e de como ganhar dinheiro fácil, segundo o jornal O Globo.


A estatística reforça outra, a que mostra os níveis preocupantes de analfabetismo funcional e de baixo índice de instrução entre os estudantes. As tecnologias, incluindo as redes sociais, são úteis e indispensáveis, porém, o senso crítico e a autonomia analítica parecem ceder lugar a julgamentos precipitados e a condutas irresponsáveis, promovendo uma nova era de condução de massas, talvez com a volta dos personalismos.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com