Entre aplausos e vaias

Em um encontro com empresários promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em Brasília, os presidenciáveis foram mais cautelosos ao expor seus programas de governo na tentativa de agradar a seleta plateia. Nesse jogo Jair Bolsonaro se saiu melhor e até ganhou aplausos ao dizer que sua primeira providência será pedir “a benção de Deus para o Brasil”. Ajuda divina é sempre bem-vinda.


Marina Silva e Ciro Gomes investiram mais uma vez contra a reforma trabalhista aprovada pelo Congresso. Marina prometeu “melhorias” no texto. Mas Ciro Gomes chamou a reforma de “selvagem”. Para ele, esta palavra deve ser mais suave do que o substantivo que usa normalmente para se referir à reforma: “excrescência”. Um elefante em loja de louça. Enfim, foi o único vaiado pelos empresários

Posts recentes

Ver tudo

PIB surpreende e cresce1,2% no 1º trimestre

A economia brasileira começou 2021 em crescimento, confirmando a melhora de perspectivas para o ano como um todo e aumentando as chances de as perdas causadas pela covid-19 serem recuperadas até dezem

Rejeição a Bolsonaro volta ao recorde de 59%

Pesquisa PoderData, do portal Poder360, realizada nesta semana (24-26.mai.2021) mostra que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a subir e igualou o recorde de 59%, uma alta de 5

Ministro Salles acusado de facilitar contrabando

Ao autorizar a abertura da Operação Akuanduba na manhã desta quarta, 19, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que as investigações da Polícia Federal descortinaram um ‘

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com