E Lula continua na prisão

Lula vai continuar preso e o pedido de sua liberdade não será julgado pela Segunda Turma do STF, na qual a maioria dos ministros tem votado a favor dos interesses petistas e contra prisão em segunda instância. A Segunda Turma era o sonho dourado da defesa do ex-presidente. A decisão foi tomada hoje pelo ministro Alexandre de Moraes, que negou o recurso da defesa do ex-presidente Lula contra a iniciativa de Edson Fachin, relator da Lava Jato, de submeter o novo pedido de soltura do petista ao plenário da corte.


Moraes afirmou ainda que o plenário do Supremo torna-se o foro adequado para a solução de casos, seja quando acionado pelo ministro relator ou por uma das duas Turmas que compõem a corte: “A imparcialidade do Judiciário e a segurança do povo contra o arbítrio estatal encontram nesses imprescindíveis princípios”.

Posts recentes

Ver tudo

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que