top of page

Debate Band: Monótono

É difícil fazer uma avaliação de um debate de tom morno. Candidatos procuram dourar a pílula com argumentos que puxam para a melhoria de suas imagens. Mas é possível ver aqueles que se saem melhor. Alckmin saiu-se melhor porque combinava respostas com argumentos, dados e informações. Foi coerente na defesa da reforma trabalhista, muito criticada por Ciro. Que, aliás, fez a crítica, mas não aprofundou nada. Não fez a pontuação sobre pontos que considera ruins. Não foi o melhor Ciro que se conhece.


Meirelles, de fala arrastada, deu dados, mas faltou firmeza na argumentação. Marina, pálida. Genérica. Bolsonaro, sem grandes arroubos, quis mostrar que não é violento, conforme imagem tradicional. Boulos, o mais agressivo, parecia líder estudantil em disputa pelo Diretório. Álvaro Dias fez boa apresentação, mas se perdia às vezes em generalidades. E ao cabo Dacciolo faltou escopo conceitual. Atirou em todos, confundindo balas.


Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page