Bolsonaro segura ou não?

É a pergunta que se ouve de todos os lados. Terá poucos segundos de TV e rádio. Mas ganhará ampla cobertura das redes sociais. A projeção desse consultor é a que Bolsonaro está atingindo seu teto. Poderia até ganhar mais volume caso o candidato da margem esquerda seja alguém do PT.


A lógica da eleição é a de que os candidatos com maior espaço de comunicação - grandes partidos - ampliem seus índices de intenção de voto.


Geraldo Alckmin, por exemplo. Álvaro Dias, caso dispusesse de um bom tempo de mídia eleitoral, teria chances de crescer. Sob essa perspectiva, e sob critérios lógicos, Bolsonaro não segurará seus índices. Mas o imponderável sempre abre uma portinha para aparecer.



Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que