Bolsonaro quer abrir a caixa preta dos "amigos do rei"


O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira que tornará público os contratos considerados suspeitos celebrados entre bancos públicos e o que ele chamou de “amigos do rei”. Durante cerimônia de posse dos novos presidentes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES, ele voltou a afirmar que abrirá o que chama de caixa preta dos contratos, segundo o jornal O Globo.


— Tenho falado durante a pré-campanha, campanha e agora que esses jovens que estarão à frente da política econômica, transparência acima de tudo. Todos os nossos gastos terão de ser abertos ao público. E o que ocorreu no passado também. Aqueles que foram a essas instituições por serem amigos do rei buscar privilégios, ninguém vai perseguir, mas esses contratos tornar-se-ão públicos. Nós não podemos errar. Se errarmos você sabe quem poderá voltar.


Foram empossados os executivos Pedro Guimarães, na Caixa, Rubem Novaes, no Banco do Brasil, e Joaquim Levy, no BNDES. Bolsonaro brincou que eles são os “homens do dinheiro”:

— Só que, dessa vez, o dinheiro do bem.

Posts recentes

Ver tudo

PIB surpreende e cresce1,2% no 1º trimestre

A economia brasileira começou 2021 em crescimento, confirmando a melhora de perspectivas para o ano como um todo e aumentando as chances de as perdas causadas pela covid-19 serem recuperadas até dezem

Rejeição a Bolsonaro volta ao recorde de 59%

Pesquisa PoderData, do portal Poder360, realizada nesta semana (24-26.mai.2021) mostra que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a subir e igualou o recorde de 59%, uma alta de 5

Ministro Salles acusado de facilitar contrabando

Ao autorizar a abertura da Operação Akuanduba na manhã desta quarta, 19, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que as investigações da Polícia Federal descortinaram um ‘