Bolsonaro: melhor avaliação em pesquisa desde sua posse


O presidente Jair Bolsonaro alcançou seu melhor índice de aprovação popular desde o início do mandato, apontou nesta quinta-feira, 13, uma pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha.


De acordo com o levantamento, 37% dos brasileiros consideram a gestão de Bolsonaro ótima ou boa, ante os 32% registrados na pesquisa de junho.


Até então, os melhores índices de aprovação do presidente haviam sido registrados em abril e maio deste ano, quando atingiu 33% de popularidade.


A pesquisa também mostra que a rejeição ao presidente caiu 10 pontos porcentuais, em comparação com o levantamento anterior. Enquanto em junho, 44% dos entrevistados avaliaram o governo como ruim/péssimo, 34% o fizeram agora.


A melhora nos índices coincide com a mudança de postura do presidente, que protagonizava embates com outros Poderes, mas passou a moderar o discurso principalmente após a prisão de Fabrício Queiroz, em 18 de junho. perdeu no segundo turno de 2018, a rejeição ao presidente caiu 12 pontos porcentuais – de 52% para 35%. É para a região que o presidente direciona agendas com verniz eleitoral. Ele pretende concorrer em 2022 e tem aproveitado a agenda positiva do auxílio emergencial de R$ 600 à população carente durante a pandemia. O porcentual de aprovação do presidente entre os que receberam o auxílio é de 42%, acima da média nacional.


No Nordeste, única região do País que em que Bolsonaro perdeu no segundo turno de 2018, a rejeição ao presidente caiu 12 pontos porcentuais – de 52% para 35%. É para a região que o presidente direciona agendas com verniz eleitoral. Ele pretende concorrer em 2022 e tem aproveitado a agenda positiva do auxílio emergencial de R$ 600 à população carente durante a pandemia. O porcentual de aprovação do presidente entre os que receberam o auxílio é de 42%, acima da média nacional.


No Sudeste, região mais populosa do País, a tendência se manteve, com crescimento das avaliações positivas e queda dos pocentuais de rejeição. A aprovação do presidente subiu de 29% para 36%, enquanto a rejeição caiu de 47% para 39%. No Sul e Norte/Centro-Oeste, a aprovação é de 42%.


Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com