Bolsonaro está com pneumonia, em repouso e sem data de alta



O presidente Jair Bolsonaro apresentou na noite de quarta-feira episódio de "febre sem outros sintomas associados" e "imagem compatível com pneumonia" na tomografia de tórax e abdome, informou a equipe médica do Hospital Albert Einstein em boletim desta quinta-feira. Os antibióticos tomados pelo presidente foram ajustados para tratar os novos sintomas. Ele segue com sonda no nariz e dreno no abdome para corrigir infecção identificada na noite de domingo.

Bolsonaro foi internado em 28 de janeiro para a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia. Nesta quinta, ele completou onze dias no hospital e a orientação médica é a de que mantenha repouso e evite falar. No quarto, ele fica em companhia da primeira-dama Michelle Bolsonaro e com o filho Carlos Bolsonaro.


Apesar do quadro, Bolsonaro mantém boa evolução no funcionamento intestinal e continua sem dor, realizando exercícios respiratórios e caminhada. As visitas permanecem restritas. Não há data prevista para sua alta.


Após o presidente ter novo episódio de febre, de aproximadamente 38ºC, e ser diagnosticado com pneumonia, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse que o quadro não alterou o nível de preocupação dos médicos com o estado de saúde de Bolsonaro.


Após o aumento de temperatura, exames identificaram a pneumonia e - por não ser viral - médicos disseram que o quadro pode ter sido causado por bactéria.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com