Bolsonaro eleva coronel ao patamar de “herói nacional”


O presidente Jair Bolsonaro está longe de se afastar das polêmicas relacionadas à ditadura militar. Na manhã desta quinta-feira, Bolsonaro disse que o coronel Brilhante Ustra, chefe do DOI-Codi, um dos principais órgãos de repressão política durante a ditadura militar, é um “herói nacional”. Como mostrou o BR18, hoje o chefe do Executivo recebe no Planalto a viúva de Ustra, Maria Joseíta Brilhante Ustra.


Bolsonaro se disse apaixonado pela viúva: “Tem um coração enorme. Eu sou apaixonado por ela. Não tive muito contato, mas tive alguns contatos com o marido dela enquanto estava vivo. Um herói nacional que evitou que o Brasil caísse naquilo que a esquerda hoje em dia quer”. Ustra foi o primeiro militar brasileiro a responder e ser condenado em um processo de tortura durante a ditadura, de acordo com o G1.


"Começou a me xingar e me bateu até que eu perdi a consciência". Assim se recorda Crimeia de Almeida, em entrevista à agência de notícias EFE, de seu primeiro encontro em 1972 com o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, torturador da ditadura brasileira e homenageado pelo presidente Jair Bolsonaro antes mesmo de ser eleito presidente do País. Quando foi torturada, Crimeia estava grávida de sete meses.


Enfermeira aposentada de 73 anos, ela se recorda continuamente daquele período desaprova as falas do presidente: "Qualquer ameaça ou declaração que ele faz me deixa sempre em alerta, me faz pensar: será que voltaremos a passar por tudo aquilo outra vez?"


O presidente tem causado divergência ao negar os crimes cometidos pela ditadura. Na última semana, disse que o pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, foi morto pela esquerda naquele período.


Para Crimeia, a tortura deveria se tornar um crime imprescritível: "Para o torturado, a tortura não prescreve jamais. Foi um golpe quando Bolsonaro dedicou seu voto a Ustra. Aí me dei conta de que a democracia no Brasil não valia nada".

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com