Bolsa fecha com queda de mais de 12% e dólar chega a R$4,72


A Bolsa brasileira fechou em queda de 12,17% nesta segunda-feira, 9, aos 86.067,20 pontos, e o dólar alcançou 4,7243, com alta de 1,95%, em dia de caos nos mercados financeiros globais. Foi a maior queda diária, em porcentual, do Ibovespa desde 10 de setembro de 1998, informa o Estado de S. Paulo.


Os negócios na B3 foram retomados às 11h08. O circuit breaker foi acionado quando o Ibovespa caiu 10,02%, chegando aos 88.178,33 pontos, às 10h30 - o mecanismo permite, na ocorrência de movimentos bruscos de mercado, o amortecimento das ordens de compra e de venda. Os preços das ações estão sendo afetados fortemente pela queda no preço do petróleo no mercado internacional - a maior em um único dia desde a Guerra do Golfo, em 1991.


Foi a 18ª vez em que o mecanismo foi acionado desde sua adoção em 1997. A última ocasião foi em 18 de maio de 2017, por causa da Delação da JBS.


Novo recorde do dólar


O dólar começou a semana batendo mais um recorde nominal - descontando a inflação - desde o Plano Real, atingindo a casa de R$ 4,79, na manhã desta segunda. De acordo com levantamento do Estadão/Broadcast, a moeda americana chegou a ser negociada por mais de R$ 5 nas casas de câmbio.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com