Atire para ser condecorado



O candidato do PSL à Presidência, deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), prometeu nesta sexta-feira dar retaguarda jurídica a quem reagir a tentativa de assalto ou de invasão de propriedade. Segundo ele, quem reagir "não será processado, mas sim condecorado". O candidato já havia prometido dar retaguarda jurídica a policiais civis e militares para atirar e matar e não serem julgados, segundo reportagem de hoje do Valor Econômico.


“Vamos buscar retaguarda jurídica não só para policiais civis e militares, mas para o cidadão de bem também poder reagir à tentativa de alguém tentar surrupiar seu patrimônio ou atentar contra sua vida”, afirmou o candidato em cima de um carro de som em São José do Rio Preto (SP): "Ele poderá reagir e não será processado. Muito pelo contrário. Será condecorado por essa ação de bravura".


Mas os eleitores do capitão precisam refletir bem: do outro lado pode estar um bandido preparado para o crime, mais experiente no assunto e hábil no manejo das armas. A condecoração pode não valer a pena.


Posts recentes

Ver tudo

SP na fase vermelha de sábado até dia 19

Com o agravamento da pandemia da covid-19, todas as regiões do Estado entrarão na fase vermelha do Plano São Paulo da zero hora deste sábado, 6, até 19 de março, segundo adiantou o Estadão. A decisão

PIB recua 4,1% em 2020, maior queda desde Collor

A retomada econômica perdeu fôlego no último trimestre do ano passado, quando o Produto Interno Bruto (PIB, todo o valor gerado na economia) cresceu 3,2% em relação ao terceiro trimestre, informou nes

Um ano de Covid: Brasil chega a 250 mil mortes

Doze meses depois do registro do primeiro caso da covid-19, o Brasil superou nesta quarta-feira a marca de 250 mil mortos e vive a pior fase da doença, com pico de internações e com ritmo lento de vac

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com