Até trinta tiros para cada um


O candidato Jair Bolsonaro (PSL) aproveitou a entrevista ao Jornal Nacional da TV Globo para fazer campanha. Com um vocabulário tosco, assustou telespectadores mais sensíveis, mas deve ter agradado bastante aos eleitores mais radicais: “Um criminoso não pode ser tratado como um ser humano normal e, por isso, se um policial matar 10, 15 ou 20 com 10 ou 30 tiros cada um, deve ser condecorado e não processado”.


Como há tiros dos dois lados nessa guerra prometida, resta saber se haverá medalha para tanto herói morto.

Cadastre-se para receber as análises por e-mail

© 2023 by Talking Business.  Proudly created with Wix.com