Aprovação do governo cai para 31%. Desaprovação sobe


Pesquisa Ibope divulgada hoje mostra os seguintes percentuais de avaliação sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo O Globo:


• Ótimo/bom - 31%;

• Regular - 32%;

• Ruim/péssimo - 34%;

• Não sabe/não respondeu - 3%.


A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, o levantamento foi feito entre os dias 19 e 22 de setembro e ouviu duas mil pessoas em 126 municípios.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.


Em junho, o Ibope divulgou uma pesquisa também encomendada pela CNI sobre a aprovação do presidente. Os números de abril foram: Ótimo/bom: 32%; Regular: 32%; Ruim/péssimo: 32%; Não sabe/não respondeu: 3%.


Outro item da pesquisa é a aprovação da maneira de governar do presidente Jair Bolsonaro. O resultado foi:


• Aprova: 44%

• Desaprova: 50%

• Não sabe/Não respondeu: 6%


A pesquisa divulgada nesta quinta também questionou os entrevistados se confiam no presidente. As respostas foram:


• Confia: 42%

• Não confia: 55%

• Não sabe/não respondeu: 3%


Questionados sobre as perspectivas para o restante do governo, os entrevistados responderam:


• Ótimo/bom: 37%

• Regular: 27%

• Ruim/péssimo: 31%

• Não sabe/não respondeu: 6%

Posts recentes

Ver tudo

PIB surpreende e cresce1,2% no 1º trimestre

A economia brasileira começou 2021 em crescimento, confirmando a melhora de perspectivas para o ano como um todo e aumentando as chances de as perdas causadas pela covid-19 serem recuperadas até dezem

Rejeição a Bolsonaro volta ao recorde de 59%

Pesquisa PoderData, do portal Poder360, realizada nesta semana (24-26.mai.2021) mostra que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a subir e igualou o recorde de 59%, uma alta de 5

Ministro Salles acusado de facilitar contrabando

Ao autorizar a abertura da Operação Akuanduba na manhã desta quarta, 19, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que as investigações da Polícia Federal descortinaram um ‘