A vaquinha de Pimentel

A vaquinha online do governador de Minas Fernando Pimentel (PT), candidato à reeleição, está sendo abastecida com doações de dirigentes e funcionários das estatais, segundo a Folha. Dos R$ 43.897,65 arrecadados até agora, 82% são de pessoas com algum vínculo com o governo ou com o próprio petista. Esses dirigentes das estatais ostentam alguns dos melhores salários da máquina estatal. Entre os doadores está o presidente do BDMG (Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais), Marco Aurélio Crocco Afonso, que contribuiu com R$ 7.000. Outros R$ 7.000 vieram de funcionários do banco controlado pelo governo. A vaquinha não é ilegal e tem sido usada com frequência pelo PT: começou com a arrecadação de fundos para livrar seus detentos da cadeia.

Posts recentes

Ver tudo

PIB surpreende e cresce1,2% no 1º trimestre

A economia brasileira começou 2021 em crescimento, confirmando a melhora de perspectivas para o ano como um todo e aumentando as chances de as perdas causadas pela covid-19 serem recuperadas até dezem

Rejeição a Bolsonaro volta ao recorde de 59%

Pesquisa PoderData, do portal Poder360, realizada nesta semana (24-26.mai.2021) mostra que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a subir e igualou o recorde de 59%, uma alta de 5

Porandubas Políticas 717

Panorama Burrice ou estultice? Depois de comparecer duas vezes à CPI da Covid-19, o ex-ministro da Saúde, general da ativa Eduardo Pazuello, compareceu ao ato de domingo passado, um evento de motoquei