A grande aposta é a reforma da previdência


A maior dúvida do mercado hoje diz respeito à priorização ou não da reforma da Previdência, segundo o relatório da XP. Assim, o foco está na transição do candidato para o presidente eleito, e a consequente melhora da visibilidade em relação ao plano de governo. A transição de governo será importante para saber de fato o que o governo eleito tentará implementar no Brasil a partir de janeiro, já que na campanha eleitoral a discussão de propostas não foi a tônica. A não priorização das reformas, ou propostas mais complexas de difícil aprovação, traria risco e volatilidade.


O Brasil possui contas públicas pressionadas e pouca flexibilidade para corte de gastos. A Previdência é a principal despesa do governo, representando em torno de 60% do orçamento federal, e é o gasto que mais cresce por causa do rápido envelhecimento populacional: “Se nada for feito, em 2030 a despesa com Previdência chegará a 70% do orçamento federal, o que é insustentável”.

Posts recentes

Ver tudo

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que