top of page

A confiança na segunda turma

O ministro do Trabalho Helton Yomura foi afastado do cargo e proibido de entrar no ministério por decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. Yomura e outros funcionários do Ministério do Trabalho são acusados de corrupção (venda de cartas sindicais), numa engrenagem comandada pelos deputados federais Roberto Jeferson, sua filha Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Paulinho da Força (Solidariedade-SP). A Polícia Federal tentou ouvir Yomura, mas ele manteve silêncio e ainda se recusou a fornecer a senha do celular do ministério.


Porém, a defesa de Yomura já preparou a defesa, no mesmo caminho seguido agora pelas outras defesas de acusados da Lava Jato: entrará com recurso na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal. Mas não, claro, pelo fato de o ministro Edson Fachin fazer parte da turma. Ali ele perde quase sempre.

Posts recentes

Ver tudo

Bolsonaro na ONU, monte de mentiras e exageros

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas teve repercussão negativa no exterior e entre observadores da política externa brasileira e parlamentares. Pa

Pacheco devolve MP que liberava as fake news

Em nova derrota do presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devolveu a medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet e dificultava a remoção de conteúdo

Fux: ameaça de Bolsonaro é atentado à democracia

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro participar de atos antidemocráticos e ameaçar “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou nesta quarta-feira que

コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page